Programa Nacional de Crédito Fundiário (PNCF)
 

Como ação complementar a reforma agrária, a CDA executa na Bahia o Programa Nacional de     Crédito Fundiário (PNCF), do Governo Federal. Atualmente, a Bahia conta com mais de 10 mil   famílias beneficiadas pelo programa, em 128 municípios, o que representa mais de 30% de toda   área do estado. 

cruzdasalmas-creditfundiario_1.jpg


O PNCF está inserido no Programa Nacional de Combate a Pobreza no Meio Rural e  é caracterizado como política pública complementar a reforma agrária por oportunizar as famílias de trabalhadores rurais sem terra, arrendatários, parceiros, meeiros, agregados, posseiros e minifundiários, a obtenção de crédito para aquisição de imóveis rurais em regime de economia familiar.

 

Como ter acesso

Podem  acessar o Programa Nacional de Crédito Fundiário o trabalhador rural que possua pouca ou nenhuma terra. 

     

    Linhas de financiamento

     

       •    Combate à Pobreza Rural (CPR – SIC)- Acesso coletivo por meio de associações, com juros de 0,5% a.a;


       •    Combate à Pobreza Rural (CPR – SIB)- Acesso individual, com juros de 0,5% a.a;


       •    Nossa Primeira Terra (NPT)- Acesso individual, com juros de 1% a.a;


       •    Consolidação da Agricultura Familiar (CAF)- Acesso individual, com juros de 2% a.a.

    Em todos os casos, o prazo para a liquidação do financiamento corresponde a 20 anos, sendo 03 anos de carência e 17 parcelas anuais.

    Investimento do recurso do financiamento

    Com o crédito obtido os beneficiários podem efetuar investimentos em infraestrutura social, produtiva, contratação de empresa prestadora de serviço de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e regularização ambiental.

    Acesse os documentos do Crédito Fundiário aqui