Data
Termos
Regularização Fundiária

A Bahia contará com mais uma ação de fortalecimento da agricultura familiar. Nesta quarta-feira (19), o Fórum dos Gestores e Gestoras da Agricultura Familiar do Nordeste, lançou, o Sistema de Informação Regional da Agricultura Familiar (SIRAF/NE), um portal regional que sistematizará a oferta dos produtos da agricultura familiar existentes na região Nordeste. O evento foi transmitido ao vivo, pela canal do Fórum, no youtube. 
 
Nos próximos dias, o SIRAF será disponibilizado para a Bahia e, além de facilitar o acesso e qualificar as informações de mercado, agilizando os processos de compras governamentais e abrindo novos canais de comercialização com o setor privado, o sistema contribuirá com o fortalecimento das cooperativas e associações da agricultura familiar, que serão responsáveis pela alimentação da base de dados, dando visibilidade à diversidade dos seus produtos e ao volume de sua produção. O sistema conta com um investimento de R$ 609 mil, fruto de um convênio firmado entre Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e Aksaam.


Durante o evento, também foi apresentada a proposta de criação do Programa de Alimentos Saudáveis do Nordeste (PAS), uma estratégia do Fórum com o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste, com a finalidade de fortalecer e expandir a agricultura familiar, construída em diálogo com os movimentos sociais e a sociedade civil organizada. 
 
O secretário de Desenvolvimento Rural da Bahia, Josias Gomes, participou do evento e afirmou que a discussão que vem sendo travada sobre o PAS e a concretização da plataforma foi um ponto importante de consolidação do espaço de articulação dos gestores com os movimentos sociais para desenvolver políticas que desenvolvam cada vez mais a agricultura familiar: “Temos grandes iniciativas que estão sendo colocadas em prática em cada estado e conseguimos demonstrar através dessas ações a importância do papel da agricultura familiar, inclusive  no resgate da autoestima dos nordestinos, mas ainda precisamos avançar na direção de termos um lugar de fala própria que extrapole essa base social e de governo, que ainda é um espaço pequeno para a agricultura familiar”.


O secretário do Desenvolvimento Agrário e presidente do Fórum, De Assis Diniz, destacou que o Siraf se apresenta como a solução que todos estavam esperando, em um momento delicado em decorrência da pandemia da Covid-19: “A digitalização da agricultura familiar passa a ser condição essencial e aproveitamos esta oportunidade para compartilharmos as nossas experiências para que, ensinando, possamos aprender mais com a experiência de outros países”. 
 
O Fórum também apresenta propostas como a de criar um fundo reembolsável destinado à projetos de implantação e ampliação de agroindústrias, avançar nas políticas de convivência com o semiárido, apoiar à pesca artesanal e  garantir a inclusão produtiva de povos tradicionais e originários. “A digitalização dos serviços, tanto na assistência técnica quanto comercialização, é muito importante neste momento quando os deslocamentos físicos estão limitados”, concluiu Claus Reiner, gerente de projetos do FIDA.
 
Também participaram do evento os governadores Camilo Santana (Ceará), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), Paulo Câmara (Pernambuco) e Wellington Dias (Piauí), secretários estaduais responsáveis por essas políticas, de técnicos e dirigentes dos governos estaduais, lideranças e assessores dos movimentos sociais e organismos internacionais.

Fonte : SDR